Livros

Resenha: Laços Inseparáveis

23:45


Oie! Tudo bom? Hoje vim deixar mais uma opinião minha sobre um livro. Esse não estava na minha lista de férias, mas digamos que a leitura estava atrasada em mais ou menos 5 meses, então decidi terminar logo, e vir resenhar para vocês. Cá estou eu, e posso dizer que estou decepcionada e maravilhada ao mesmo tempo.



Nome: Laços Inseparáveis
Autora: Emily Giffin
Ano: 2012
Gênero: Drama
Sinopse: Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta... para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é. Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce. By: Saraiva


As coisas são o que são e não faz sentido ficar lembrando do passado o imaginando como poderia ter sido.
O livro é narrado em 1° pessoa e conta com duas narrações diferentes. Uma é de Marian, e outra de Kirby. Contém 34 capítulos alternados divididos igualmente entre as mesmas, e em cada um deles, Marian/Kirby descreve e conta com suas palavras os acontecimentos, uns mais importantes que outros, que mudam suas vidas de uma jeito surpreendente.



Tudo aquilo que vale a pena é difícil.

Esse livro é o 3° que leio da autora, e os dois primeiros foram sensacionais, porém esse não ficou com final legal, ao meu ponto de vista. Eu gostei bastante da personagem principal, e durante todo o livro fiquei com uma vontade imensa de poder sentir como é ter uma vida luxuosa e 'perfeita' igual á dela. Porém, pude ver que em meio tantos bens de alto valor, jantares nos melhores restaurantes, o namorado perfeito e a carreira de sucesso, faltava uma coisa que nenhum dinheiro no mundo pode comprar. Não sei se é amor, gratidão com si mesma, ou simplesmente uma sensação gostosa que nos toma quando fazemos a coisa certa, para ambas as partes.



Fiquei chateada com o final, pois eu realmente, realmente esperava algo mais glorioso por conta da coisa toda que aconteceu no livro. Foi um final muito sutil, simples, e até meio sem graça, mas que se encaixou perfeitamente com o turbilhão de coisas que se passava na cabeça dela. Acredito que, o grande ponto de reflexão seja: 1) Pensar em como seria o presente se você tivesse tomado outra atitude no passado. 2) Segredos e mentiras tem uma linha tênue de distinção que fazem com que você pense estar fazendo a coisa certa, quando é a errada, para ambos. e 3) O perfeito, o ideal e o verdadeiro são 3 coisas distintas, e você deve escolher muito bem, para não se arrepender depois.

Você não pode voltar atrás...Apenas olhe pra frente. Você está fazendo a coisa certa agora.
Falando sobre a minha reflexão e identificação com os personagens, fiquei em um meio termo que acabou pendendo mais para o lado de Kirby, pois ela mostra com seu jeito simples como é importante lutar pelas coisas que realmente importam para você, mesmo que elas sejam confusas de entender e difíceis de conseguir. Você não deve deixar o medo ou qualquer outro sentimento ruim impedir que você faça algo, para depois ficar imaginando como seria se tivesse acontecido. 'Se' é uma palavra, ou mesmo sentença, que faz com que você fique imaginando, projetando e até mesmo fantasiando algo que poderia ter sido, se você não tivesse 'amarelado na hora H' - com H, quero dizer na hora da decisão. Olha a mente poluída hein?! HAHAHAHA -.

O que posso dizer por fim, é que é um livro profundo, como todos os livros da autora que eu já li. Não é uma escrita difícil, te deixa á vontade para ler com calma, ou rápido, caso esteja com pressa. As páginas são amareladas, o que não cansa as vistas na leitura noturna, e as separações de páginas são feitas por uma delicada plantinha no centro do parágrafo, o que é ainda mais delicado, como toda a trama do livro.

Essa foi a resenha de hoje! Espero que tenham gostado, qualquer dúvida ou crítica construtivas, fiquem á vontade para se expressarem nos comentários. Até o próximo post <3


Já conhecia o livro? O que achou da resenha?

Pode te interessar:

24 comentários

  1. Aii tenho esse livro a anos e não leio hehe preciso separar um tempo e ler rápido.
    http://velhosoutonos1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que sorte! Demorei para terminar por não ter uma cópia em casa KKKK

      Excluir
  2. Oii! Que resenha maravilhosa! Quero ler, gosto de um drama haha Parece ser muito bom, mesmo o final não sendo tão surpreendente.
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  3. Que resenha linda, adorei a premissa e a capa! Se tiver a oportunidade com certeza lerei, não resisto a um romance!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Com 36 anos também quero estar vivendo uma carreira de sucesso em New York HAHAHHAHAHA, porém sem ninguém do passado retornando rs

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ótima resenha!!
    http://estante-imaginaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei muito da sua resenha, só o final que fiquei meio desapontada de ler.
    Porque já li livros que eram ótimos, mas o final acabou com o contexto. =/
    Mas achei o livro bem fofinho, a capa dele é linda e eu acho que tentaria ler sim. haha
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só ter um pouquinho de paciência que você vai gostar, pois os fatos vão se desenrolando com calma.

      Excluir
  7. Que resenha maravilhosa! Fiquei louca para conferir a obra. Não conhecia a autora e, sem dúvidas, pesquisarei mais sobre. Senti que é uma obra que vale muito mais pelas entrelinhas, implicitudes e pela caminhada do que pelo começo e desfecho em formas singulares. E isso também é super válido!

    www.semquases.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito Brunt, principalmente pelo desenvolver calmo dos fatos e pelas várias entrelinhas que você vai encontrar no caminho.

      Excluir
  8. Olá,
    Nunca li nada dessa autora, mas acho o cunho mais familiar de suas tramas bem legal, bem legal mesmo e super leria esse livro dela.
    Beijos.
    Nasci Gabriela - www.nascigabriela.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São bem legais, e sempre trazem consigo uma lição, por isso que amo os livros dela.

      Excluir
  9. Ótima resenha, quero muito ler <3
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
  10. Nunca li nada da Emily, mas tenho curiosidade. Seus romances parecem bem leves e ótimos. Que pena que o final deste decepcionou :( É tão chatinho quando isso acontece ;(
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São mesmo, se quiser algo para começar, te recomendo 'Presentes da vida'

      Excluir
  11. Se eu quero ler? Quero sim, quero muito. Vocês só me fazem sofrer fazendo resenhas mano, vou chorar... Ultimamente só tenho lido "A Era dos extremos" que é minha leitura obrigatória da faculdade, com 562 páginas e um trabalho em cima dele pra fazer, que é minha av2. Tô mortaaaa! KKKKKK

    https://poetizou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAH, sei como é. Memórias de um Sargento de Milícias estava no meu pé até esses tempos KKKK

      Excluir