Aleatório

366 páginas

21:24


Então, já é ano novo. Já é 2016. Já é janeiro. Tudo de novo. Quem diria, hein? Parece que foi ontem que eu estava começando a escrever meu livro de 2015. Cheia de idéias, vontades, desejos, planos, sonhos. Graças a Deus, a maioria se realizou. Porém, as coisas que aconteceram me deixaram experiência. Experiência de como enfrentar. Experiência para me preparar. Para criar. Para suportar. Por Deus, experiência de como demonstrar. Aprendi que, quando se ama verdadeiramente, nunca é tarde pra nada. Que só se dá valor quando perde. Que nem tudo sai como planejamos. Que nossos pais nem sempre vão te apoiar em tudo que você fizer, e por Deus, você vai querer mais do que nunca sua independência. Que pets são as melhores distrações que um ser humano pode querer. Que príncipes de 15 anos não podem ser escolhidos por indicações de amigas. Que um de seus convidados, pode gostar de você, e um tempo depois, vir a ser mais do que um bom amigo. Que religião, se não for ao seu favor, ela vai se tornar um verdadeiro SACO! 


Aprendi, da pior forma, que as pessoas que se dizem suas amigas, na verdade são cobras querendo te destruir. Principalmente se forem primas de seu amor. Que os melhores filmes são aqueles que descobrimos por acaso. Que divórcios são a liberdade de qualquer casal que não se ame mais, e só estão juntos por conta dos filhos. Que cinema é o melhor canto que casais adolescentes podem frequentar para ficarem juntos. Aprendi, por Deus, que o feminismo é uma forma de proteção para o sexo feminino, pois estamos sujeitas a tudo, 24hrs por dia. Que primeiros beijos são uma coisa engraçada de se ver. Que juras de amor são, acima de tudo, coisas que você sente em excesso, e quer compartilhar com quem ama. Que as melhores companhias são aquelas que você nem imagina conhecer. Que jogar vídeo game em casal é muito divertido. Que roupas antigas sempre serão tendências, só que em épocas diferentes. Que empregos de carteira assinada são conquistas. Que finais de ano são melhores quando se ama alguém. Mas acima de tudo, eu aprendi a viver. Muito mais intensamente, mais vivamente, mais alegremente e também, mais levemente.
Seja leve e releve, nem tudo merece tanta preocupação.
 By:Bella

Pode te interessar:

9 comentários

  1. O texto ficou muito bom, feliz 2016 pra nós!

    www.luizlacks.com

    ResponderExcluir
  2. Oii, tem post novo lá no blog não vai perder né?
    Saiu uma matéria quentinha sobre um livro muiito bom!
    Troco seguidores, e comentários, só deixar o endereço de sua página.
    Abraços! http://umalbumpanoramico.blogspot.com.br/2016/01/resenha-comedias-para-se-ler-na-escola.html

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto! Que 2016 seja um ano incrível para todos nós!

    Beijos, www.princedreamer.com

    ResponderExcluir
  4. Cada ano é sempre um lugar de muuuito aprendizado! E que os de 2016 cheguem! Feliz ano novo!

    http://apaixonadaporfinaisfelizes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindo e quanto apren5dizado, haha primas podem ser cobras ainda mas se for a prima do seu amor, eu gostei dessa reflexão na verdade dei uma risadinha aqui, um otimo 2016 para você repleto de conquistas
    beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah, obrigada! Mas elas são mesmo, cuidado kkk Obrigada, tudo em dobro pra você!

      Excluir